Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Homem faltou ao trabalho durante 15 anos e continuou a receber salário

Seis outros funcionários do hospital estão a ser investigados por terem sido cúmplices no caso e terem encoberto as suas ausências no trabalho. 
Correio da Manhã 22 de Abril de 2021 às 19:06
Itália
Itália FOTO: Istockphoto

Um trabalhador de um hospital italiano faltou ao trabalho durante 15 anos, mas continuou a receber o ordenado todos os meses, como se estivesse a trabalhar. 

Foi desde 2005 que Salvatore Scumace, agora com 67 anos, deixou de comparecer ao trabalho no hospital Pugliese Ciaccio, na cidade de Catanzaro, em Itália, e, mesmo assim, terá recebido cerca de 138 mil euros ao longo de todos estes anos.

O jornal italiano La Stampa dá conta que seis outros funcionários do hospital estão a ser investigados por terem sido cúmplices no caso e terem encoberto as suas ausências no trabalho. 

A investigação por parte da Unidade de Polícia Económico-Financeira de Catanzaro teve início em 2020 e a polícia analisou todos os registos de presenças e de pagamentos do hospital. Com os testemunhos de vários funcionários, a ausência do homem durante 15 anos confirmou-se. 

Durante a investigação denominada 'Part Time', a polícia apurou que o homem terá também ameaçado a diretora do hospital para a impedir de fazer queixa contra ele.

O homem acabou por ser despedido por justa causa e enfrenta agora acusações de abuso de funções, falsificação e extorsão agravada.

Ver comentários