Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
9

Família encontrada morta dentro de jipe em Luanda vivia em condomínio de luxo

Corpos encontrados com sinais de espancamento e em avançado estado de decomposição. Crianças tinham 9 e 13 anos.
Lusa 25 de Maio de 2021 às 12:49
Homem, filho e sobrinho menores encontrados mortos na bagageira de carro em Luanda
Kamukotele Anderson
Anderson Junior
Homem, filho e sobrinho menores encontrados mortos em Luanda
Homem, filho e sobrinho menores encontrados mortos em Luanda
Homem, filho e sobrinho menores encontrados mortos na bagageira de carro em Luanda
Kamukotele Anderson
Anderson Junior
Homem, filho e sobrinho menores encontrados mortos em Luanda
Homem, filho e sobrinho menores encontrados mortos em Luanda
Homem, filho e sobrinho menores encontrados mortos na bagageira de carro em Luanda
Kamukotele Anderson
Anderson Junior
Homem, filho e sobrinho menores encontrados mortos em Luanda
Homem, filho e sobrinho menores encontrados mortos em Luanda
Os corpos de um homem de 51 anos, o seu filho de 13 anos e um sobrinho, de nove, foram esta terça-feira encontrados no porta-bagagens de um carro, em Luanda, anunciou a polícia, que está a investigar o triplo homicídio.

De acordo com o Novo Jornal, os corpos foram encontrados com sinais de espancamento e em avançado estado de decomposição. Segundo a mesma fonte, o alerta foi dado pela mulher de Kamukotele Anderson, de 51 anos, residente no condomínio privado Vereda das Flores.

Anderson era um antigo quadro superior da petrolífera BP e estudou economia na Said Business School da Universidade de Oxford, no Reino Unido.

Segundo familiares das vítimas, citados pelo Jornal de Angola, Kamukotele Anderson (pai), Anderson Júnior (filho) e Devalny Manuel (sobrinho) eram procurados desde o último domingo.

A mesma testemunha avança ainda que a residência da família foi invadida pelas 02h00 de domingo. Os alegados sequestradores terão conseguido sair do condomínio depois de terem apresentado o cartão para entrada e saída dos moradores.
Luanda Nestor Goubel questões sociais crime lei e justiça polícia
Ver comentários