Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Homem tenta transportar 55 quilos de droga disfarçada em sofás em Moçambique

Suspeito, de 45 anos, transportava a droga até à província da Zambézia, no centro de Moçambique, e depois seguiria para Maputo, na capital do país.
Lusa 14 de Junho de 2021 às 20:40
Cocaína
Cocaína FOTO: Getty images
As autoridades moçambicanas detiveram um homem com 55 quilos de metanfetamina em Nacala, na província de Nampula, norte de Moçambique, disse hoje à Lusa fonte oficial.

A droga, apreendida na noite de sexta-feira no posto de controlo de Nacala, estava disfarçada dentro de sofás que estavam a ser transportados num camião, disse Enina Tsinine, porta-voz do Serviço Nacional de Investigação Criminal (Sernic) em Nampula.

"Ele já estava a transportar a droga, no contentor de um camião, quando o detivemos. Já tínhamos detalhes sobre a operação, por isso bloqueámos a saída do distrito", explicou a porta-voz.

Segundo o Sernic, o homem, de 45 anos, transportava a droga até à província da Zambézia, no centro de Moçambique, e depois seguiria para Maputo, na capital do país.

"Desconhecemos ainda a proveniência da droga, mas acreditamos que vinha da Tanzânia", acrescentou a porta-voz.

De acordo com a mesma fonte, desde janeiro, foram apreendidos 561 quilos de diversas drogas em Nacala, em resultado de três apreensões, considerando tratar-se de crime organizado, cujas redes fazem principalmente uso da via marítima para transportar as drogas.

"A maior parte da droga apreendida em Nacala tem sido metanfetamina, anfetamina e heroína", concluiu Enina Tsinine.

Moçambique é apontado por várias organizações internacionais como um corredor para o tráfico internacional de estupefacientes.

De acordo com o Gabinete das Nações Unidas contra a Droga e o Crime (UNODC), as autoridades do Quénia e da Tanzânia, países a norte de Moçambique, aumentaram a vigilância nos últimos anos, empurrando os traficantes para sul, em direção à costa moçambicana, "em busca de novas rotas e novos mercados".

Sernic Nacala Nampula Moçambique Enina Tsinine Tanzânia crime lei e justiça questões sociais dependência
Ver comentários