Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Imigrantes ilegais vão ser incluídos nos planos de vacinação contra a Covid-19 nos EUA

Porta-voz da Casa Branca incentivou todos, sem exceção, a receber a vacina.
Correio da Manhã 29 de Janeiro de 2021 às 08:22
Jen Psaki
Jen Psaki
Jen Psaki
Jen Psaki
Jen Psaki
Jen Psaki
Jen Psaki
Jen Psaki
Jen Psaki
Todos nos Estados Unidos devem ser vacinados, incluindo os imigrantes ilegais, defendeu esta quinta-feira a porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, durante uma conferência de imprensa.

Os motivos para incluir igualmente os imigrantes ilegais nos planos de vacinação são tanto "morais" como estratégicos uma vez que vai promover a imunidade de grupo no país, explicou Psaki. 

A porta-voz avança ainda que apesar do precidente Joe Biden estar a planear aumentar a entrega de vacinas aos diferentes estados, as dificuldades para garantir a imunidade de grupo mantêm-se nomeadamente a falta de recursos humanos e médicos para vacinar. Psaki acrescenta que os EUA terão vacinas suficientes para inocular todos os americanos até ao verão mas que é necessário aprovar fundos para alocar recursos humanos que vacinem a população. 

Joe Biden estabeleceu inicialmente uma meta de 100 milhões de vacinas em 100 dias, mas, esta segunda-feira, aumentou esse número para 150 milhões. Desde que tomou posse, a 20 de janeiro, já reverteu várias decisões de Trump, uma delas as conferências de imprensa que informam os amaricanos sobre a pandemia. 
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Covid-19 Jen Psaki Estados Unidos EUA Casa Branca Psaki Joe Biden saúde
Ver comentários