Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Irmã de Michael Jackson revela que foi violada pelo pai quando tinha 11 anos

Em entrevista, LaToya Jackson contou que Joe Jackson abusava dela quando dormia.
27 de Março de 2019 às 18:23
Latoya Jackson e o pai, Joe Jackson
Latoya Jackson
Michael Jackson
Michael Jackson
Latoya Jackson e o pai, Joe Jackson
Latoya Jackson
Michael Jackson
Michael Jackson
Latoya Jackson e o pai, Joe Jackson
Latoya Jackson
Michael Jackson
Michael Jackson

LaToya Jackson revelou que foi violada pelo pai, Joe Jackson, quando tinha apenas 11 anos. A irmã do Rei da Pop publicou um livro onde partilhou as memórias de infância e falou sobre os alegados abusos sexuais que sofreu. 

Em entrevista a um programa de televisão norte-americano, LaToya, contou que o pai ia por diversas vezes para a cama dela, enquanto a mãe, Katherine Jackson, implorava que este deixasse a filha descansar. 

"Quando o meu pai saia da cama dele e vinha para a minha, a minha mãe dizia: 'Não, Joe, esta noite não. Deixa-a descansar. Deixa-a em paz, ela está cansada'", contou. 

LaToya Jackson revelou ainda que a irmã, 
Rebbie Jackson, saiu de casa aos 16 anos - altura em que os abusos sexuais que sofria começaram a ser cada vez mais frequentes. 

Durante a conversa a mulher falou ainda sobre a polémica do momento - as acusações de abusos sexuais infantis que têm manchado o nome de Michael Jackson. Em relação ao tema, a irmã do Rei da Pop afirmou que a mãe sabia que Michael tinha crianças a dormirem em sua casa. 

"A minha mãe é muito consciente das crianças que lá dormiam (na casa de Michael Jackson), até porque ela sabia de todos os meninos que ficaram lá", acrescentou.

Recorde-se que o polémico documentário ‘Leaving Neverland’, produzido pela HBO, tem vindo a denegrir o legado do artista e tem multiplicado os apelos ao boicote das suas canções.


Ver comentários