Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Jovem morre com larvas acumuladas no cérebro por comer porco mal cozinhado

O jovem desenvolveu neurocisticercose que é causada por bactérias de carne de porco mal cozinhada que invadiram o sistema nervoso.
28 de Março de 2019 às 17:06
APED diz que a redução de preços da carne de porco 'resulta de uma conjuntura europeia desfavorável
Médicos
Médicos
APED diz que a redução de preços da carne de porco 'resulta de uma conjuntura europeia desfavorável
Médicos
Médicos
APED diz que a redução de preços da carne de porco 'resulta de uma conjuntura europeia desfavorável
Médicos
Médicos
Um adolescente de 18 anos morreu após sofrer uma convulsão na Índia. Os médicos detetaram larvas parasitas no cérebro do jovem que terão sido a causa para a convulsão e consequente morte. 

"Os pais do jovem relataram que estava a sofrer com uma dor na virilha direita há uma semana" relatou ao jornal New England Journal of Medicine o médico que cuidou do adolescente.

O rapaz apresentava sintomas como confusão, inchaço no olho direito e sensibilidade no testículo direito, segundo descreve o jornal britânico Mirror. Após uma ressonância magnética à cabeça foram detetadas inúmeras lesões em todo o córtex cerebral, tronco cerebral e no cerebelo consistentes com a infeção neurocisticercose.

A condição neurocisticercose é uma infeção no sistema central nervoso provocada por bactérias da carne de porco mal cozinhada que se desenvolvem em larvas. 

O jovem ainda recebeu medicamentos anticonvulsivo para prevenir as convulsões, no entanto os médicos não o conseguiram salvar.

p:nth-of-type(6)","type":"performPlaceholder","relativePos":"after"}" data-placeholder-placeholder="" data-response-start="2239.110000002256" data-type="placeholder" style="background: #ffffff; border: 0px; font-size: 16px; margin: 0px; outline: 0px; padding: 0px; vertical-align: baseline; color: #141414; font-family: 'Open Sans', sans-serif; font-style: normal; font-variant-ligatures: normal; font-variant-caps: normal; font-weight: 400; letter-spacing: normal; orphans: 2; text-align: start; text-indent: 0px; text-transform: none; white-space: normal; widows: 2; word-spacing: 0px; -webkit-text-stroke-width: 0px; text-decoration-style: initial; text-decoration-color: initial;"> 
Índia New England Journal Medicine médico questões sociais morte
Ver comentários