Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Juiz do Supremo arquiva pedido de investigação contra procurador-geral do Brasil

Em causa estava a omissão de alegados crimes cometidos pelo Presidente, Jair Bolsonaro.
Lusa 24 de Agosto de 2021 às 07:27
Augusto Aras
Augusto Aras FOTO: Getty Images
Um juiz Supremo Tribunal Federal (STF) do Brasil arquivou, na segunda-feira, o pedido para que o procurador-geral da República (PGR), Augusto Aras, fosse investigado por omitir alegados crimes cometidos pelo Presidente, Jair Bolsonaro.

A acusação foi feita na semana passada pelos senadores Fabiano Contarato, da Rede Sustentabilidade, e Alessandro Vieira, do Cidadania, e refere-se a várias denúncias contra Bolsonaro alegadamente ignoradas pelo procurador-geral.

Contudo, o juiz Alexandre de Moraes entendeu que os elementos apresentados pelos senadores não justificavam o envio do caso ao Conselho Superior do Ministério Público, a quem cabe apurar supostas condutas irregulares dos seus membros.

PGR Supremo Tribunal Federal STF Augusto Aras Brasil Presidente Jair Bolsonaro crime lei e justiça tribunal
Ver comentários