Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Líder de movimento negacionista da Covid-19 em Itália muda de ideias após passagem pelos cuidados intensivos

Lorenzo Damiano chegou a afirmar que os céticos em relação à vacinação contra o vírus eram tratados como "vítimas do Holocausto".
Correio da Manhã 2 de Dezembro de 2021 às 20:21
Lorenzo Damiano
Lorenzo Damiano FOTO: Direitos Reservados / Facebook
O líder do movimento anti-vacinas "Nuremberga 2" na cidade de Treviso, em Itália, acabou por se "render" à vacinação após ter estado internado nos cuidados intensivos com Covid-19.

Lorenzo Damiano liderou protestos de anti-vacinas e negacionistas da Covid-19, assim como manifestações contra o certificado de saúde, conhecido no país como "Green Pass" e chegou a afirmar que os céticos em relação à vacinação contra o vírus eram tratados como "vítimas do Holocausto".

No entanto, uma passagem pelos cuidados intensivos fez Damiano adotar uma "visão diferente do mundo". "Vou ser vacinado", garantiu, citado pela agência italiana ANSA.

Nuremberga Covid-19 Itália Treviso Lorenzo Damiano saúde negaciuonista vacinas doenças
Ver comentários