Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Maioria dos alemães estarão "vacinados, curados ou mortos" até ao fim do inverno, garante ministro da saúde

Alegações do ministro da Saúde alemão esta segunda-feira.
Correio da Manhã 22 de Novembro de 2021 às 12:46
Jens Spahn, ministro da saúde alemão
Jens Spahn, ministro da saúde alemão FOTO: Reuters
O ministro da saúde alemão, Jens Spahn, advertiu esta segunda-feira que até ao fim deste inverno os alemães estarão "vacinados, curados ou mortos". A base dos argumentos é o aumento das infeções por Covid-19 no país.

Num apelo à vacinação o ministro disse que "provavelmente, até ao final do inverno, como às vezes se diz cinicamente, todos ou quase todos estarão vacinados, recuperados ou mortos" devido à propagação da variante Delta do novo coronavírus, que é "muito, muito contagiosa".

"É por isto [o aumento das infeções] que recomendamos a vacinação com tanta urgência", acrescentou, citado pelo jornal NDTV.

A chanceler alemã cessante, Angela Merkel, decidiu na última quinta-feira anunciar medidas restritivas mais rígidas para os não vacinados, excluindo a vacinação obrigatória para toda a população.

Jens Spahn Covid-19 saúde vacinação casos alemanha
Ver comentários