Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Mais de 100 agentes da CIA afetados por síndrome de Havana

Suspeitas recaem sobre armas de energia dirigida. 
Correio da Manhã 24 de Julho de 2021 às 09:36
Cuba
Cuba FOTO: Direitos reservados
Há mais de 100 agentes da CIA entre os cerca de 200 diplomatas e outros responsáveis dos EUA com problemas de saúde causados pela chamada ‘síndrome de Havana’.

A revelação foi feita por William Burns, diretor daquela agência de espionagem e refere-se a tonturas, dores de cabeça, enjoos e problemas de memória de causa desconhecida que primeiro afetaram o pessoal diplomático dos EUA em Cuba, em 2016. Acontecerem entretanto outros casos em diversos países. As suspeitas recaem sobre armas de energia dirigida. 

CIA EUA Havana política espionagem
Ver comentários