Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Mais de dez mil pessoas juntas na Marcha do Orgulho LGBTI+ na Hungria

"Estamos aqui contra o ódio, a deriva do Estado de Direito e a vaga autoritária", vincou a eurodeputada Terry Reintke.
Lusa 24 de Julho de 2021 às 20:50
Mais de dez mil pessoas juntas na Marcha do Orgulho LGBTI+ na Hungria
Mais de dez mil pessoas juntas na Marcha do Orgulho LGBTI+ na Hungria
Mais de dez mil pessoas juntas na Marcha do Orgulho LGBTI+ na Hungria
Mais de dez mil pessoas juntas na Marcha do Orgulho LGBTI+ na Hungria
Mais de dez mil pessoas juntas na Marcha do Orgulho LGBTI+ na Hungria
Mais de dez mil pessoas juntas na Marcha do Orgulho LGBTI+ na Hungria
Mais de dez mil pessoas juntas na Marcha do Orgulho LGBTI+ na Hungria
Mais de dez mil pessoas juntas na Marcha do Orgulho LGBTI+ na Hungria
Mais de dez mil pessoas juntas na Marcha do Orgulho LGBTI+ na Hungria
Mais de dez mil pessoas juntas na Marcha do Orgulho LGBTI+ na Hungria
Mais de dez mil pessoas juntas na Marcha do Orgulho LGBTI+ na Hungria
Mais de dez mil pessoas juntas na Marcha do Orgulho LGBTI+ na Hungria
Mais de dez mil pessoas juntas na Marcha do Orgulho LGBTI+ na Hungria
Mais de dez mil pessoas juntas na Marcha do Orgulho LGBTI+ na Hungria
Mais de dez mil pessoas juntas na Marcha do Orgulho LGBTI+ na Hungria
Mais de dez mil pessoas juntaram-se à Marcha do Orgulho que hoje se realizou no centro de Budapeste, em solidariedade com lésbicas, gays, bissexuais, transgéneros e intersexuais (LGBTI+), alvo de leis e políticas discriminatórias na Hungria.

"Toda a Europa está a observar o que se passa na Hungria", vincou Terry Reintke, co-presidente do Intergrupo LGBTI+ do Parlamento Europeu, perante os manifestantes reunidos na Praça Madách, no centro da capital húngara, de onde partiu a marcha, em direção ao parque Tabán.

"Estamos aqui contra o ódio, a deriva do Estado de Direito e a vaga autoritária", disse a eurodeputada.

Budapeste LGBTI+ Hungria questões sociais minorias política direitos humanos
Ver comentários