Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Mais dois detidos após atentado frustrado contra a vice-Presidente argentina

Os autores do crime estão em prisão preventiva.
Lusa 1 de Outubro de 2022 às 07:01
Cristina Fernández Kirchner
Cristina Fernández Kirchner FOTO: Reuters
Uma juíza argentina ordenou a prisão preventiva de mais duas pessoas, Nicolás Gabriel Carrizo e Agustina Mariel Díaz, acusadas de participarem no atentado frustrado contra a vice-presidente Cristina Fernández de Kirchner.

A magistrada federal María Eugenia Capuchetti decidiu haver provas de que Carrizo e Díaz, tenham sido "participantes secundários" do "plano comum" de matar Kirchner, segundo a decisão, citada pela agência Efe.

Capuchetti decretou ainda que Díaz, de 21 anos, e Carrizo, de 27, poderão ser libertados sob uma fiança de 100 milhões de pesos (cerca de 692.400 euros) cada.

Nicolás Gabriel Carrizo Agustina Mariel Díaz Cristina Fernández de Kirchner María Eugenia Capuchetti
Ver comentários