Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Marrocos aboliu obrigatoriedade de apresentar teste negativo ao Covid-19 para entrar no país

Objetivo é promover o regresso de turistas estrangeiros e apoiar um setor vital para a economia nacional.
Lusa 18 de Maio de 2022 às 09:05
Máscaras
Máscaras FOTO: CMTV
Marrocos aboliu a obrigatoriedade de apresentar um teste negativo à covid-19 para entrar no seu território, visando promover o regresso de turistas estrangeiros e apoiar um setor vital para a economia nacional, anunciou na terça-feira o Governo.

Segundo um comunicado do gabinete do primeiro-ministro, a decisão, que tem efeito imediato, teve em conta a melhoria da situação epidemiológica no país.

O Governo de Aziz Akkanouch estava sob pressão de profissionais do setor do turismo para salvar a temporada e reavivar um setor devastado por dois anos de pandemia, refere a agência de notícias francesa AFP.

"Estamos muito contentes. É uma decisão que já deveria ter sido tomada, mas o principal é que já foi", disse à AFP o presidente da Federação Nacional da Hotelaria (FNIH), Lahcen Zelmat.

Para Lahcen Zelmat, esta medida "vai incentivar os marroquinos que vivem no estrangeiro a regressarem ao país nas férias de verão, bem como turistas estrangeiros".

Contudo, vai continuar a ser obrigatória a apresentação do certificado de vacinação contra a covid-19 para entrar no país.

A reabertura do espaço aéreo de Marrocos em 7 de fevereiro foi acompanhada de restrições: Apresentar obrigatoriamente um certificado de vacinação e um teste PCR com resultado negativo, realizado menos de 48h antes do embarque.

À chegada aos aeroportos, os viajantes eram submetidos a um teste de antigénio e eram foram realizados testes PCR aleatórios aos passageiros, com os resultados a serem-lhe enviados posteriormente

Estas medidas foram consideradas "demasiado restritivas" por operadores turísticos e hoteleiros.

Marrocos Covid-19 Lahcen Zelmat
Ver comentários
}