Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Massacre em creche na Tailândia mata 22 crianças e 15 adultos

Antigo polícia com problemas de drogas suicidou-se após matar a família.
Maria Madeira e Ricardo Ramos 7 de Outubro de 2022 às 09:40
Polícias junto à creche
O autor do crime, Panya khamrap
Corpos das vítimas são retirados
Polícias junto à creche
O autor do crime, Panya khamrap
Corpos das vítimas são retirados
Polícias junto à creche
O autor do crime, Panya khamrap
Corpos das vítimas são retirados
Um antigo polícia matou esta quinta-feira 37 pessoas, incluindo 22 crianças entre os 2 e os 5 anos, num massacre ocorrido numa creche no Nordeste da Tailândia.

O autor do ataque, um ex-polícia de 34 anos, que estava armado com uma espingarda, uma pistola e uma faca, pôs-se em fuga após o ataque e suicidou-se em casa depois de ter assassinado a mulher e o filho.

Segundo revelaram as autoridades tailandesas, o ex-polícia, identificado como Panya Khamrap, foi demitido no ano passado por consumo de droga e tinha sido ouvido em tribunal horas antes de se dirigir à creche, onde estaria o seu filho. Quando se apercebeu que o filho não estava no local, o homem “ficou extremamente perturbado”, tendo sacado da arma e matado a tiro auxiliares e professores, incluindo uma docente grávida de oito meses.

Depois de disparar, o atirador forçou a entrada num quarto fechado onde as crianças estavam a dormir e matou-as com uma faca.

Depois do massacre na creche, o homem fugiu, atropelando e atingindo a tiro outras pessoas que se cruzaram no seu caminho. Após conduzir até casa, matou a mulher e o filho, cuja idade não foi revelada, antes de se suicidar.

O Governo tailandês lamentou o “chocante massacre” e prometeu ajudar as famílias das vítimas.
Nordeste da Tailândia crime lei e justiça crime questões sociais suicídio assistido e eutanásia
Ver comentários