Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Médico mata os três filhos e a mulher devido a certificado de vacina Covid-19 falsificado

Na nota de suicídio deixada, o homem justificou-se dizendo que temia que os filhos lhe fossem retirados.
Correio da Manhã 7 de Dezembro de 2021 às 16:40
Médicos
Médicos FOTO: Getty Images

Um médico alemão assassinou a mulher e os três filhos menores a tiro, matando-se em seguida, após ter falsificado um certificado de vacinação Covid-19. O caso aconteceu em Berlim, com toda a família a ser encontrada com disparos na casa.

De acordo com a polícia, foram encontrados os corpos dos pais, ambos com 40 anos, e das três crianças, de quatro, oito e 10 anos. O procurador alemão, citado pela Reuters, confirma que, na nota de suicídio deixada, o médico justificou os crimes com o facto de temer que, devido à falsificação, lhe retirassem a guarda dos filhos.

O alerta para o crime foi dado por vizinhos que estranharam e viram pelas janelas a família morta na sala de casa. As autoridades continuam a investigar o caso.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Covid-19 Berlim crime lei e justiça crime
Ver comentários