Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Menina de 14 anos morre eletrocutada por prancha de esticar o cabelo

Thamires Silva estava a usar o equipamento, que tinha parte do fio descarnado.
Correio da Manhã 27 de Setembro de 2021 às 18:21
Thamires Silva tinha 14 anos
Thamires Silva tinha 14 anos FOTO: Direitos Reservados

Uma adolescente de 14 anos morreu no passado sábado após ser eletrocutada pela prancha de esticar o cabelo que estava a usar. O caso aconteceu em Sítio Tubarão, Paraíba, Brasil.

De acordo com fonte policial, Thamires da Conceição Silva estava a arranjar-se a a usar o aparelho quando sofreu a descarga elétrica. A prancha teria o fio descarnado e estava ligada a uma extensão com vários outros aparelhos, o que poderá ter originado a tragédia.

A jovem ainda foi sujeita a manobras de reanimação, mas o óbito viria a ser declarado ainda na casa da família.

O tenente do corpo de bombeiros local avisa para "não se juntar aparelhos eletrónicos na mesma extensão, evitar manuseá-los com as mãos molhadas e usar proteção de tomadas, caso tenha crianças em casa".

Sítio Tubarão Paraíba Brasil acidentes e desastres questões sociais morte
Ver comentários