Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

"Meteoros, satélites ou….?": Astronauta filma objetos misteriosos na Estação Espacial Internacional

Agência espacial russa, cientistas e especialistas estão a investigar as imagens.
Correio da Manhã 24 de Agosto de 2020 às 10:33
Imagens mostram cinco luzes misteriosas no espaço
Imagens mostram cinco luzes misteriosas no espaço
Imagens mostram cinco luzes misteriosas no espaço
Imagens mostram cinco luzes misteriosas no espaço
Imagens mostram cinco luzes misteriosas no espaço
Imagens mostram cinco luzes misteriosas no espaço

Ivan Vagner, um astronauta russo que reside na Estação Espacial Internacional (EEI), filmou imagens misteriosas no espaço que estão a ar que falar em todo o mundo e muitos garantem que são prova da existência de extraterrestres.

No vídeo divulgado no Twitter do cosmonauta, vê-se uma aurora boreal, por cima do Ártico, do espaço – o que Ivan queria captar. Mas as imagens revelam algo mais: cinco pontos de luz que parecem corresponder a um OVNI em movimento. "Entre os 9 e os 12 segundos, cinco objeto parecem voar juntos, à mesma distância. O que acham que são? Meteoros, satélites ou…?", questiona o cosmonauta, deixando em aberto a possibilidade de se tratar de um sinal vida alienígena.

O mais provável é que as misteriosas luzes pertençam à ‘frota’ da SapceX Starlink, de Elon Musk, patrão da Tesla, que causaram o ‘alarido’ espacial. No entanto, entre a comunidade dos que acreditam em aliens, o vídeo captado por Ivan é tido como garantia de que mostra uma nave espacial extraterrestre.

"Aumentei a luminosidade de uma imagem do vídeo e não são cinco objetos, parece-me uma enorme unidade, um OVNI gigante se olharmos em perspetiva. É assustador, realmente" e "Isto é com 100% de certeza uma nave ET", são alguns comentários á publicação, feita no dia 19 de agosto.

O cosmonauta já comunicou a ‘descoberta’,  à agência espacial russa, a Roscosmos, que está agora a investigar o vídeo.

"Ainda é cedo para tirarmos conclusões, pelo menos até aos nossos investigadores e cientistas do Instituto de Pesquisa Espacial da Academia Russa de Ciências analisarem as imagens e dizerem-nos o que pensam. Foi decidido passar estes materiais a especialistas e estamos à espera de uma primeira opinião para podermos comunicar alguma conclusão", adianta porta-voz da Roscosmos, Vladimir Ustimenko.

Ver comentários