Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

‘Monstro’ que violou e engravidou filhas e netas obrigava família a ter relações sexuais entre si

Homem foi pai de pelo menos 13 crianças com uma das filhas.
Correio da Manhã 17 de Abril de 2021 às 11:44
'Monstro' violou vilhas e netas
'Monstro' violou vilhas e netas FOTO: Direitos Reservados

O caso chocou o Mundo e, agora, foram revelados todos os detalhes do horror a quem um homem sujeitou a família em Nova Gales do Sul, Austrália: Naquele que é considerado "o caso mais grave de incesto familiar do Mundo", Tim Colt tinha relações sexuais com três das suas filhas e chegou mesmo a ter 13 filhos com uma delas. O ‘Monstro’, como é conhecido no país, ainda engravidou uma das netas.

A família, em que os filhos eram incentivados a manterem relações sexuais entre si, vivia em comunidade e completamente isolada no campo, quando foi descoberta após alerta às autoridades australianas. O cenário era de horror. Mais de 40 pessoas, todas familiares, vivam sem água ou eletricidade, em tendas, e as crianças não sabiam falar. Os filhos de Tim Colt já não tinham frequentado a escola. Muitos sofrem de deficiências e deformidades devido à consanguinidade.

As suspeitas de incesto, que nenhum dos familiares confirmou logo à polícia, vieram a ser reveladas com testes de ADN: Rhonda, Betty e Martha foram abusadas sexualmente pelo pai centenas de vezes. Betty teve 13 filhos com o progenitor. Rohnda teve quatro.

O ‘Monstro’ foi mais longe e violou uma das netas, Reylene, também quando esta era menor de idade, tendo a menina acabado por engravidar do avô.

Nos vários casos, que se arrastaram pelos tribunais australianos desde 2009, destaca-se também o de Petra, filha de Tim e de uma das filhas violadas, Betty, que foi abusada por um tio, Roderick, tendo dado à luz uma criança no seguimento das violações levadas a cabo pelo familiar.

"Todos os meus tios, tias e primos dormem juntos", contou a menina à polícia em 2013. Martha, filha do ‘Monstro’ vivia como que casada com o irmão Charlie e teve cinco filhos com o irmão, como pai Tim e com outro dos irmãos, Roderick. Esta mulher foi condenada a dois anos de prisão por recusar revelar a identidade dos pais das crianças.

As outras duas filhas de Tim foram condenadas pelo mesmo crime, assim como por perjúrio. Beth será libertada da cadeia já em agosto.

Charlie, que enfrentava acusações de 27 crimes sexuais, acabou absolvido de dois e está a cumprir pena.

Outra das filhas, Rhonda, está a cumprir pena de 14 meses numa instituição.

O ‘Monstro’, Tim Colt, morreu antes de ser condenado a pena de prisão pelos tribunais australianos.

Ver comentários