Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Mulher condenada por tossir em cliente com cancro cerebral dentro de loja durante pandemia

Debra Hunter terá de cumprir 30 dias de prisão e pagar uma multa de cerca de 420 euros.
Correio da Manhã 10 de Abril de 2021 às 12:44
Debra Hunter
Debra Hunter FOTO: Twitter
Uma mulher foi condenada a 30 dias de cadeia e a uma multa de cerca de 420 euros por ter tossido em cliente com cancro cerebral numa loja em Jacksonville, EUA, ignorando as normas impostas pela pandemia da Covid-19. A mulher terá ainda de passar seis meses em liberdade condicional, fazer avaliação de controlo de raiva e restituir o valor do teste de Covid-19 que a vítima precisou de fazer por causa do comportamento de Debra em junho de 2020.

Hunter foi presa depois de ter sido filmada a tossir deliberadamente durante uma discussão com funcionários dentro de uma loja do Pier 1.  A vítima, Heather Sprague, teria começado a registar a discussão de Hunter com os funcionários e quando a mulher a viu fez um gesto obsceno. Depois aproximou-se e disse que tossiria para cima dela.

O caso foi amplamente noticiado após o vídeo se ter tornado viral nas redes sociais.


Jacksonville Florida EUA Covid-19 Hunter Debra Heather Reed Sprague questões sociais política
Ver comentários