Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Mulher desaparecida há seis meses comia musgo e relva para sobreviver

Autoridades já tinham encontrado pistas em novembro do ano passado.
Correio da Manhã 5 de Maio de 2021 às 22:25
Parque Nacional de Canyonland, Utah, nos EUA
Parque Nacional de Canyonland, Utah, nos EUA FOTO: Direitos Reservados

Uma mulher foi encontrada após seis meses desaparecida no Grande Canyon, no estado norte-americano de Utah, esta semana, pelas autoridades, alimentando-se de erva e musgo.

Em comunicado, as autoridades do Estado de Utah revelaram ter encontrado o carro e o equipamento de campismo da mulher de 47 anos, em novembro de 2020, mas na altura não encontraram vestígios.

"Os detetives contactaram ex-colegas de trabalho da mulher, mas não obtiveram informação que sugerisse onde ela poderia estar. No entanto, as investigações revelaram que a mulher pode sofrer de problemas mentais", informava o comunicado.

Este domingo, o coordenador da busca e resgate voltou à área onde tinha sido encontrado o material de campismo e, com um drone, prosseguiu à investigação.

A mulher foi encontrada dentro de uma tenda no meio das colinas do Grande Canyon de Utah.

Foi levada para um hospital, onde foi sujeita a exames de avaliação de saúde mental.

Grande Canyon questões sociais Estado de Utah questões sociais religião
Ver comentários