Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo

Mulher liga 12.512 vezes, só este ano, para o 112 só para insultar polícias

Em apenas 24 horas fez 512 chamadas para a esquadra de São Petersburgo, na Florida.
Correio da Manhã 18 de Agosto de 2022 às 22:07
Polícia norte-americana
Polícia norte-americana FOTO: Reuters
Carla Jefferson, residente na cidade norte americana de São Petersburgo, na Florida, foi detida por ter feito 12.512 chamadas telefónicas para a linha de emergência da esquadra de polícia local, só este ano, sem que, aparentemente tivesse qualquer urgência a reportar.

Segundo avança o canal televisivo Fox News, a mulher de 51 anos "assediava, insultava e discutia" com quem atendesse as suas "incessantes chamadas, que correspondiam a 10% do tráfego telefónico recebido" naquele departamento.

Só no passado mês de julho, num período de 24 horas, Jefferson ligou para a esquadra 512 vezes e estas chamadas "têm estado a atrasar as linhas para vítimas" de facto, revela a porta-voz da unidade, ao canal televisivo.

"Estamos numa situação em que as estas chamadas estão a interferir com a nossa capacidade de responder a residentes que precisam de resposta policial".

Jefferson foi notificada de que este comportamento resultaria em detenção, mas isso não a impediu que voltasse a contactar a esquadra e insistisse que os agentes fossem detê-la, pois "adora jogar este jogo".

A Polícia deslocou-se ao local de residência desta mulher e deteve-a. Foi acusada de três crimes de utilização indevida do sistema 911 (o 112 norte-americano).

São Petersburgo Flórida Carla Jefferson crime lei e justiça questões sociais segurança polícia prisão
Ver comentários