Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Myanmar anuncia libertação de mais de cinco mil manifestantes

5.636 presos vão ser perdoados e libertados antes da festa de Thadingyut, que começa na terça-feira, disse o general birmanês Min Aung Hlaing.
Lusa 18 de Outubro de 2021 às 08:21
Protesto anti-militar em Myanmar
Protesto anti-militar em Myanmar FOTO: Lusa/EPA
Myanmar (antiga Birmânia) vai libertar mais de cinco mil pessoas, detidas por protestar contra o golpe militar de fevereiro, anunciou esta segunda-feira o líder da junta no poder.

Um total de 5.636 presos vão ser perdoados e libertados antes da festa de Thadingyut, que começa na terça-feira, disse o general birmanês Min Aung Hlaing, dias depois de ter sido excluído de participar na próxima cimeira da Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN), de 26 a 28 de outubro.

A organização, que integra 10 países do Sudeste Asiático, considerou os progressos da junta insuficientes para restaurar o diálogo no país.

Myanmar Birmânia política direitos humanos distúrbios guerras e conflitos diplomacia cimeiras
Ver comentários