Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Nações Unidas tentam proteger crianças dos conflitos entre Israel e Palestina

Virginia Gamba apela à protecção dos jovens, as primeiras vítimas de violência.
Correio da Manhã 13 de Maio de 2021 às 18:48
Mulher palestiniana caminha com o filho ao colo após abandonar a sua casa devido a ataque israelita
Mulher palestiniana caminha com o filho ao colo após abandonar a sua casa devido a ataque israelita

O gabinete da Representante Especial das Nações Unidas para Crianças e Conflitos Armados enviou, esta quarta-feira, um comunicado, em que lamenta a situação de conflitos entre Israel e Palestina, apelando à proteção de crianças relativamente ao efeitos da violência. 

Virginia Gamba deu conta de "um significativo número" de jovens que foram mortos ou feridos. "As crianças são sempre os mais vulneráveis da sociedade e as primeiras vítimas da violência em tempos de conflito", lê-se no documento.

"É hora de colocar em prática medidas concretas para proteger melhor as crianças, escolas e hospitais dos efeitos da violência", concluiu Virginia Gamba, lembrando os princípios de distinção, precaução e proporção no uso da força.

Ver comentários