Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

"Não é para sempre”: Joe Biden vai pedir aos americanos uso de máscara por 100 dias

Presidente-eleito nos EUA diz que vai tomar vacina em direto na televisão para dar confiança.
Ricardo Ramos 5 de Dezembro de 2020 às 09:27
Joe Biden
Joe Biden FOTO: Reuters
Joe Biden anunciou que vai pedir aos americanos na sua tomada de posse para usarem máscara nos primeiros cem dias do seu mandato, como forma de travar a propagação exponencial da pandemia nos EUA.

“São só 100 dias. Não é para sempre”, afirmou Biden numa entrevista à CNN, mostrando-se convencido de que, em conjugação com o início da vacinação, o uso generalizado de máscaras ajudará a colocar a pandemia sob controlo. Biden disse ainda que irá tornar o uso de máscara obrigatório em todos os edifícios federais e nos transportes, num claro contraste com a política do presidente cessante, Donald Trump.

O presidente-eleito disse também que está disposto a ser vacinado em direto na TV, juntamente com a vice-presidente, Kamala Harris, para “dar o exemplo” e garantir aos americanos que a vacina é segura. Recorde-se que os ex-presidentes Barack Obama, Bill Clinton e George W. Bush anunciaram estar dispostos a fazer o mesmo para dar confiança à população.

Biden disse ainda que tenciona manter o epidemiologista Anthony Fauci como líder da equipa de conselheiros científicos da Casa Branca.

Advogado de Kushner investigado
Um advogado de Jared Kushner e um ex-doador da campanha de Trump estão entre as pessoas investigadas no âmbito da alegada oferta de subornos a responsáveis da Casa Branca em troca de perdões presidenciais, avança o ‘New York Times’, que identifica os dois homens como Abbe Lowell e Elliot Broidy. Ambos negam qualquer envolvimento no esquema, que o Departamento de Justiça confirmou esta semana estar a investigar.
Joe Biden Donald Trump EUA Casa Branca política governo (sistema) chefes de estado
Ver comentários