Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

O que é o ISIS-K, o grupo que reivindicou o massacre em Cabul

Ramo afegão do Daesh é a principal ameaça à retirada em curso no Afeganistão.
Correio da Manhã 27 de Agosto de 2021 às 09:52
A carregar o vídeo ...
O que é o ISIS-K, o grupo que reivindicou o massacre em Cabul
O atentado desta quinta-feira que fez dezenas de mortos e feridos foi reivindicado pelo ramo afegão do Daesh conhecido como ISIS-K (sendo a K de Khorasan, região histórica da antiga Pérsia), a principal ameaça à retirada em curso em Cabul, no Afeganistão.

Mas o que se sabe sobre o ISIS-K?

Criado em 2015 no leste do Afeganistão, é responsabilizado pelos mais sangrentos atentados dos últimos anos no Afeganistão.

Surgiu nos meios talibãs paquistaneses e recruta talibãs afegãos dissidentes, mas mantém uma relação tensa com a chefia talibã no Afeganistão.

Aliás, os talibãs executaram no dia 16, após a tomada da prisão de Cabul, Omar Khalid Khorasani, antigo líder do ISIS-K.

As divergências doutrinárias e estratégicas com os talibãs são inúmeras. O grupo condena, por exemplo, o uso que os talibãs fazem do tráfico de droga para se financiarem.

Bombista "fez explodir a cinco metros dos americanos"
O Daesh reivindicou o ataque desta quinta-feira em Cabul e publicou no seu canal do Telegram um vídeo do alegado bombista suicida, identificado como Abdul Rahman al-Logari, de nacionalidade afegã. "Fez-se explodir a cinco metros dos soldados americanos", alega o grupo terrorista.
ISIS-K Cabul Daesh Afeganistão distúrbios guerras e conflitos terrorismo
Ver comentários