Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

ONU exorta Talibãs a reverter limitações aos direitos das mulheres afegãs

Conselho de Segurança refere limitações no acesso à educação, emprego, liberdade e participação na vida pública.
Lusa 24 de Maio de 2022 às 19:52
Afeganistão
Afeganistão FOTO: Reuters
O Conselho de Segurança das Nações Unidas manifestou esta terça-feira "profunda preocupação" com o desrespeito pelos direitos humanos e liberdades fundamentais de mulheres e meninas no Afeganistão, exortando o Governo talibã a reverter as suas restrições.

Em comunicado, os membros do Conselho de Segurança referem limitações no acesso à educação, emprego, liberdade de movimentos e à participação das mulheres na vida pública, enfatizando que essas restrições contrariam as expectativas da comunidade internacional e os compromissos assumidos pelos talibãs com o povo afegão.

Os membros Conselho de Segurança "expressaram ainda profunda preocupação com os anúncios dos talibãs de que todas as mulheres devem cobrir os seus rostos em espaços públicos e nas transmissões da imprensa, só sair de casa em caso de necessidade, e que violações destas diretivas levarão à punição dos seus parentes do sexo masculino".

ONU Talibãs Afeganistão Conselho de Segurança das Nações Unidas mulheres direitos humanos distúrbios
Ver comentários
}