Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Outubro bate recorde de fogos no Pantanal

Região considerada Património da Humanidade registou 2825 incêndios este mês.
Domingos Grilo Serrinha e correspondente no Brasil 30 de Outubro de 2020 às 00:00
Incêndios no Pantanal estão a bater todos os recordes este ano. Até ao momento foram registados 21 084 incêndios, mais do dobro do ano passado
Incêndios no Pantanal estão a bater todos os recordes este ano. Até ao momento foram registados 21 084 incêndios, mais do dobro do ano passado FOTO: Getty Images
Os devastadores incêndios que ocorreram este mês no Pantanal brasileiro, a maior planície alagada do Planeta e Património Natural da Humanidade, são os maiores de sempre em comparação com o mesmo mês de anos anteriores.

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), de 1 deste mês até esta quarta-feira, 28, foram registados 2825 incêndios, muitos deles gigantescos, em todo o Pantanal, que se divide entre os estados brasileiros de Mato Grosso (65%) e Mato Grosso do Sul (35%). O anterior recorde para o mês de outubro era de 2002, quando o INPE contabilizou 2761 incêndios na região.

O aumento de fogos em outubro, mês em que tradicionalmente os incêndios costumavam diminuir, segue-se a outros meses trágicos para o Pantanal, que, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, era o bioma mais preservado do Brasil até final de 2018, antes de o presidente Jair Bolsonaro assumir a presidência do país. Depois de fogos incontroláveis já em 2019, 2020 bateu novos recordes negativos, registando o pior julho da história dos fogos no Pantanal, o segundo pior agosto e culminando em setembro com o maior número de sinistros de toda a história do bioma em qualquer mês, 8106 incêndios.

Os números coletados de 1 de janeiro até 28 de outubro deste ano confirmam a dimensão da tragédia, com um total de 21 084 incêndios, um brutal aumento em relação ao que era o pior ano até aqui, 2005, quando foram registados 12 536, e mais do dobro do que todo o ano de 2019, quando foram registados 10 025. Além da inestimável perda da flora do Pantanal, que este ano teve destruídos pelo fogo mais de quatro milhões de hectares, milhares de animais foram mortos pelas chamas naquele que é o maior refúgio mundial de araras-azuis e do jaguar, ambos em risco de extinção.

SAIBA MAIS
250 000
Km2 de extensão (150 000 no Brasil). No total é equivalente às áreas de Portugal, Bélgica, Suíça, Holanda e Bósnia. As principais atividades económica estão ligadas à criação de gado.

Território
Além do Brasil, o Pantanal estende-se pela Bolívia (onde é chamado de chaco) e Paraguai.

Fauna e flora
Há 263 espécies de peixes, 41 de anfíbios, 113 de répteis, 463 de aves, 132 de mamíferos e 3500 de plantas terrestres e aquáticas. Clima tropical.
Ver comentários