Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Oxigénio de submarino desaparecido com 53 tripulantes a bordo acaba hoje

Sonar detetou um grande objeto a menos de 100 metros de profundidade.
Ricardo Ramos 23 de Abril de 2021 às 08:32
Submarino desapareceu durante um exercício com torpedos a norte de Bali
Submarino desapareceu durante um exercício com torpedos a norte de Bali FOTO: EPA
Equipas de resgate da Indonésia e de outros países estão numa verdadeira corrida contra o tempo para tentar localizar o submarino que desapareceu esta semana ao largo da ilha de Bali com 53 pessoas a bordo. A embarcação tem reservas de oxigénio para apenas 72 horas, prazo que se esgota esta noite.

O presidente indonésio, Joko Widodo, deu ordens para que “não sejam poupados esforços” nas operações de busca e resgate, afirmando que “a única prioridade é resgatar a tripulação”, mas a verdade é que o tempo urge. As autoridades navais perderam o contacto com o submarino ‘KRI Nanggala-402’ na quarta-feira de madrugada (terça-feira à noite em Lisboa), o que significa que as reservas de oxigénio se esgotam esta noite.

Esta quinta-feira, um navio da Marinha indonésia equipado com sonar detetou um grande objeto metálico a menos de 100 metros da superfície, mas não foi possível confirmar imediatamente se se tratava do submarino.

A embarcação, construída em 1977 na Alemanha e ao serviço da Marinha indonésia desde 1981, tem capacidade para mergulhar até aos 250 metros, sendo que a profundidade na zona onde desapareceu ronda os 700 metros. Se o submarino se afundou até àquela profundidade, muito provavelmente implodiu ou sofreu danos estruturais catastróficos.
Marinha Indonésia Bali acidentes e desastres política defesa salvamento / busca
Ver comentários