Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Papa alerta para ameaça totalitarista

Francisco aconselha a não esquecer os dramas do século XX.
Secundino Cunha 24 de Setembro de 2018 às 09:57
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
Papa Francisco
No segundo e último dia de visita à Lituânia (esta segunda-feira estará na Letónia e na terça-feira na Estónia), o Papa alertou para os perigos das tentações totalitaristas que se verificam na Europa e apelou aos líderes do velho continente para que não esqueçam a História e recordem sempre os dramas do século XX como exemplo de que o "mal procura sempre aniquilar o bem".

"Façamos memória daqueles tempos e peçamos ao Senhor que nos conceda o dom do discernimento para descobrir, a tempo, qualquer novo germe daquele comportamento pernicioso, qualquer aragem que atrofie o coração das gerações que, não o tendo experimentado, poderiam correr atrás daqueles cantos de sereia", disse, no final da missa a que presidiu, perante cerca de 100 mil pessoas, na cidade de Kaunas.

O dia terminou com uma oração no Museu da Ocupação e Lutas pela Liberdade, antiga sede da Gestapo e do KGB, em Vilnius, evocando as vítimas de repressões e perseguições do século XX. "Senhor, não permitais que sejamos surdos ao grito de todos aqueles que hoje continuam a erguer a voz para o céu", disse Francisco, durante a visita. A passagem pelos memoriais às vítimas da ocupação e lutas pela liberdade, e das vítimas do gueto, durante o Holocausto, foram os momentos mais simbólicos da visita do Papa ao país.
Ver comentários