Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Papa Bento XVI admite presença, negada antes, em reunião sobre abuso sexual por padre

Em causa está um caso que envolve a transferência do padre Peter H. de Essen para Munique.
24 de Janeiro de 2022 às 10:56
Papa emérito Bento XVI
Papa emérito Bento XVI FOTO: Tony Gentile/Reuters

Papa Bento XVI admitiu esta segunda-feira que esteve presente numa reunião, em em 1980, na qual foi discutido um abuso sexual por parte de um padre. A revelação contraria a primeira declaração de Bento XVI que negava ter conhecimento dos abusos. 

Em causa está um dos casos que envolve a transferência do padre Peter H. de Essen para Munique. O padre teria abusado de menores na diocese de origem e voltou a cometer abusos já em Munique, sendo julgado e condenado judicialmente por isso. Ainda assim, Ratzinger nada fez e menorizou o caso, dizendo que o sacerdote era um mero exibicionista.

Em atualização

Bento XVI religião Papa reunião abusos sexuais Igreja
Ver comentários