Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

Passageiros de comboio onde mulher foi violada gravaram crime

Pessoas presentes não só "não fizeram nada" como gravaram com os telemóveis a violação.
19 de Outubro de 2021 às 12:31
Fiston Ngoy, o violador detido
Fiston Ngoy, o violador detido FOTO: Direitos Reservados
Os passageiros do comboio onde uma mulher foi violada nos subúrbios da cidade de Filadélfia, na Pensilvânia, não só não fizeram nada para travar o crime, como gravaram a violação. 

A informação é avançada pelo jornal The Independent que avança que os passageiros terão levantado os telemóveis para gravar o crime. A violação durou mais de 40 minutos, revelaram as autoridades ao jornal. 

Segundo as autoridades estavam presentes menos de uma dúzia de pessoas, "o suficiente para intervir", aponta a polícia. 

O homem foi identificado e detido pelas autoridades na estação seguinte após um empregado da Autoridade de Transporte do Sudeste da Pensilvânia ter chamado a polícia ao perceber que "algo não estava bem". A vítima foi levada para o hospital.  

De acordo com a investigação levada a cabo, a violação ocorreu em frente a outros passageiros que permaneceram parados e "não fizeram nada".

Timothy Bernhardt, superintendente do Departamento de Transporte, afirma que "havia muitas pessoas que deveriam ter interferido; alguém deveria ter feito algo".

Bernhardt considerou a vítima uma "mulher incrivelmente forte", que forneceu à polícia muitas informações sobre o agressor que não conhecia. 

O crime foi gravado pelas câmaras de videovigilância.
Filadélfia Pensilvânia Timothy Bernhardt crime lei e justiça crime crimes sexuais questões sociais
Ver comentários