Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Pelo menos sete mortos em ataque a campo de refugiados na fronteira do Bangladesh

Agressores mataram algumas vítimas a tiro e outras foram esfaqueadas.
22 de Outubro de 2021 às 09:57
Campo de refugiados Balukhali
Campo de refugiados Balukhali FOTO: Reuters
Pelo menos sete pessoas foram mortas na sequência de um ataque a um campo de refugiados de Rohingya, na fronteira entre o Bangladesh e Mianmar, avançou o jornal Aljazeera.

Os agressores mataram algumas vítimas a tiro e outras foram esfaqueadas, disse um chefe de polícia regional à agência de notícias AFP.

Quatro pessoas morreram imediatamente no ataque e outras três à chegada a um hospital. Não foram divulgados até ao momento o número de feridos.

Um dos agressores foi detido logo a seguir ao incidente na posse de uma arma, seis cartuchos e uma faca, informou o chefe da polícia, 
Shihab Kaisar Khan.

O crime aconteceu num momento em que se vive um clima de medo dentro dos campos, depois de o líder da comunidade 
Rohingya, Mohibullah, ter sido morto a tiro do lado de fora do escritório nos campos há três semanas atrás.

O Ministro do Interior, Asaduzzaman Khan Kamal, já avançou que "serão tomadas providências para aumentar a segurança" nos campos de Rohingya no distrito costeiro de Cox Bazar.

O Bangladesh planeia realocar mais 80 mil pessoas para a ilha Bhasan Char depois de assinar um acordo com as Nações Unidas. Bhasan Char está localizado a 50 km da costa sudoeste de Bangladesh e quase 193 km ao sul da capital, Dhaka, onde o governo construiu 1.400 casas, cada uma composta por 16 quartos.

Mianmar Rohingya Bangladesh Bhasan Char Aljazeera distúrbios guerras e conflitos crime lei e justiça crime
Ver comentários