Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Polícia angolana dispersa estudantes que protestavam contra subida de propinas

Elevado" preço das propinas e emolumentos nas instituições públicas e privadas e "falta de qualidade no ensino" foram alguns dos motivos da manifestação.
Lusa 17 de Abril de 2021 às 17:22
Estudante em Angola
Estudante em Angola FOTO: Getty Images
A polícia angolana dispersou este sábado com tiros e lançamento de gás lacrimogéneo uma manifestação de estudantes que protestavam em Luanda contra a subida de propinas e emolumentos nas instituições de ensino, uma marcha que começou de forma pacífica.

O "elevado" preço das propinas e emolumentos nas instituições públicas e privadas e "falta de qualidade no ensino" foram alguns dos propósitos da manifestação promovida este sábado, em Luanda, pelo Movimento dos Estudantes Angolanos (MEA).

Mais de 250 estudantes e membros da sociedade civil concentraram-se no Largo das Heroínas, local onde antes do início da marcha os estudantes expulsaram o presidente do Conselho Nacional da Juventude (CNJ), Isaías Kalunga, que teve de sair escoltado ante a "fúria" dos jovens.

Luanda educação propinas estudantes
Ver comentários