Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Polícia holandesa detém indivíduo relacionado com "ameaça terrorista"

Carrinha espanhola com botijas de gás levou ao cancelamento de um concerto.
24 de Agosto de 2017 às 08:01
Ameaça terrorista cancela concerto em Roterdão
Ameaça terrorista cancela concerto em Roterdão
Ameaça terrorista cancela concerto em Roterdão
Ameaça terrorista cancela concerto em Roterdão
Ameaça terrorista cancela concerto em Roterdão
Ameaça terrorista cancela concerto em Roterdão
A polícia holandesa prendeu esta quinta-feira um homem de 22 anos na sequência das investigações relacionadas com "ameaça terrorista" e que levaram à anulação de um concerto de rock em Roterdão, na quarta-feira.

O residente de um apartamento de Brabant, província no sul da Holanda, "foi detido por causa da ameaça em Roterdão", indicou hoje a polícia holandesa.

O comunicado das autoridades policiais em Roterdão acrescenta que um cidadão espanhol que conduzia uma camioneta que transportava botijas de gás foi intercetado na Holanda, quarta-feira, continuando detido.

As autoridades holandesas decidiram anular, na quarta-feira, um concerto do grupo de rock norte-americano Allah-Las depois de ter recebido um aviso da polícia espanhola sobre um possível ataque terrorista durante o espetáculo.

Espanha forneceu informação concreta sobre projeto de atentado na Holanda
A polícia holandesa recebeu uma "informação concreta" da polícia espanhola sobre um projeto de atentado na sala de espetáculos Maassilo de Roterdão, motivando a anulação de um concerto de rock na quarta-feira à noite, informou fonte policial.

"Houve uma informação concreta de que um atentado seria cometido nesta data, neste endereço, contra este grupo de rock" [o californiano Allah-Las], disse à AFP o chefe da polícia de Roterdão, Frank Paauw.

A polícia da Holanda continua a interrogar um holandês de 22 anos, detido esta madrugada na província de Brabante, para determinar se está relacionado com a ameaça terrorista que levou ao cancelamento do concerto, afirmou um porta-voz da polícia à agência Efe.

O homem foi detido após ter sido recebido um alerta da Guarda Civil espanhola e depois de as autoridades holandesas realizarem várias investigações, indicou a mesma fonte.

A sua casa foi revistada esta madrugada em busca de pistas e indícios e o detido encontra-se nas instalações policiais, submetido a interrogatório, segundo a polícia.

O alerta da Guarda Civil espanhola "não está relacionado com os ataques da semana passada" na Catalunha, tendo surgido de investigações que as autoridades de Espanha iniciaram "muito antes de terem sido perpetrados os atentados" em Barcelona e Cambrils (Terragona), acrescentou a fonte policial.

A polícia holandesa, no entanto, não confirmou se os planos para levar a cabo o suposto ataque que ia ter lugar na quarta-feira à noite foram totalmente frustrados.

Por seu lado, o espanhol detido com uma carrinha que transportava botijas de gás, perto da sala de espetáculos onde ia realizar-se o concerto, continua detido e está também a ser interrogado pela polícia.

O homem, que estava ébrio no momento da detenção, é um mecânico que "ofereceu uma explicação sobre o transporte das botijas e gás" que a polícia está a tentar confirmar.
Ver comentários