Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

Presidente de Angola inicia visita oficial a Espanha na terça-feira

João Lourenço vai encontrar-se com o rei espanhol, numa visita ao país que vai ter a duração de dois dias.
Lusa 25 de Setembro de 2021 às 20:39
João Lourenço.
João Lourenço. FOTO: Getty Images
O Presidente de Angola inicia terça-feira uma visita oficial a Espanha, com um encontro com o rei, reunindo-se a seguir com o chefe do executivo espanhol, que visitou Angola em abril, segundo a presidência.

Num comunicado divulgado este sábado, o gabinete de imprensa da presidência angolana anunciou que João Lourenço, que concluiu a sua missão em Nova Iorque, onde participou na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), deixa a cidade norte-americana domingo com destino a Madrid, "para uma visita de Estado ao Reino de Espanha", de dois dias.

"A visita terá início terça-feira próxima, no período da manhã, com um encontro no Palácio da Zarzuela com Sua Majestade o Rei Filipe VI, de Espanha", refere o comunicado.

Segundo a mesma nota, o Presidente angolano encontra-se depois "com o Presidente do Governo Espanhol, Pedro Sánchez", que visitou Angola em abril.

Ao final da manhã de terça-feira, João Lourenço e a delegação que o acompanha serão os convidados de um almoço oferecido pelo rei.

No dia seguinte, o Presidente de Angola irá visitar "objetivos infraestruturais e institucionais, [sediados] na capital espanhola, Madrid, com o que estará concluída mais esta ação de diplomacia no estrangeiro, que incluiu Washington, Nova Iorque e Madrid", acrescenta a nota.

No início de abril de 2021, o líder do Executivo espanhol visitou Angola e considerou que o país "está comprometido com a paz" e "tem cada vez mais respeito e influência" na resolução pelo diálogo de conflitos regionais, "convergindo com o espírito" do Estado espanhol.

"Angola está comprometida com a paz e tem cada vez mais peso, respeito e influência na abertura de soluções baseadas no diálogo para a resolução de conflitos na região, falámos [com o Presidente angolano sobre] o seu papel de mediação e são espíritos que partilhamos com Angola", afirmou então Pedro Sánchez, em Luanda.

Em declarações aos jornalistas, nos jardins do Palácio Presidencial, após a assinatura de quatro instrumentos jurídicos com o Governo angolano, Sánchez reafirmou que Angola "é um país prioritário" nas políticas do Reino de Espanha em África.

"E também fico feliz em saber que Espanha é um parceiro prioritário para a diversificação da economia angolana. É verdade que Angola tem grandes potencialidades que oferecem grandes oportunidades para o relançamento da sua economia", apontou.

A República de Angola e o Reino de Espanha assinaram, na altura, quatro acordos de cooperação nos domínios do transporte aéreo, agricultura, das pescas e indústria.

O Presidente angolano, João Lourenço, congratulou-se, na ocasião, com os acordos rubricados, perspetivando que os produtos abrangidos sejam transformados em Angola e vendidos no mercado internacional.

Para o chefe de Estado angolano, a visita de Sánchez a Angola veio "renovar os laços de amizade e cooperação que duram há décadas" entre os dois países, de acordo com o que declarou na altura aos jornalistas.

"Satisfaz-me, sobretudo, o facto de saber que no quadro da política de internacionalização da sua economia, a Espanha escolheu o nosso país, Angola, para a implementação dessa sua estratégia de internacionalização", afirmou João Lourenço.

Ver comentários