Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

Presidente francês entre as vítimas do caso de espionagem 'Pegasus'

Equipamentos eletrónicos de Emmanuel Macron e outros 14 ministros de França estão entre os espiados a pedido das autoridades marroquinas.
Correio da Manhã e Lusa 20 de Julho de 2021 às 20:03
Emmanuel Macron
Emmanuel Macron FOTO: Getty Images
A investigação jornalística sobre o ‘software’ Pegasus, levada a cabo pelo consórcio Fobidden Stories, revelou esta terça-feira que pelo menos um telemóvel de Emmanuel Macron foi espiado a pedido das autoridades marroquinas, assim como 14 ministros franceses.

O spyware de origem israelita terá sido usado para espiar smartphones de jornalistas, funcionários do governo e ativistas de direitos humanos.

O número de Macron figura entre a lista de 50 mil divulgados pela investigação Forbidden Stories, que revela terem sido espiados pelo 'software' Pegasus. Também o contacto do antigo primeiro-ministro Edouard Philippe está entre os visados.

França já iniciou uma investigação à utilização do spyware israelita para vigiar telemóveis dos jornalistas do portal Mediapart.

França investiga denúncias de espionagem através do programa Pegasus
Durante a manhã desta terça-feira, a justiça francesa tinha dado conta do início de uma investigação sobre o sistema de espionagem Pegasus desenvolvido por uma empresa israelita supostamente usado para vigiar telemóveis dos jornalistas do portal Mediapart pelas autoridades de Marrocos.

A Procuradoria de Paris indicou através de um comunicado que a investigação em curso teve como origem uma dezena de denúncias por parte de jornalistas por violação de intimidade, interceção de mensagens, intromissão fraudulenta e venda sem autorização de aparelhos para a captação de informações.   

Emmanuel Macron Pegasus Fobidden Stories política espionagem
Ver comentários