Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Primeiro-ministro iraquiano escapa a atentado com drone

Engenho armadilhado atingiu a residência oficial de Mustafa al-Kadhimi, ferindo seis guarda-costas e causando danos materiais.
Ricardo Ramos 8 de Novembro de 2021 às 08:35
Os estragos causados pela explosão do drone na residência do primeiro-ministro Mustafa al-Kadhimi
Os estragos causados pela explosão do drone na residência do primeiro-ministro Mustafa al-Kadhimi FOTO: reuters
O primeiro-ministro iraquiano Mustafa al-Kadhimi escapou ileso a uma tentativa de assassinato com recurso a drones armadilhados, no sábado à noite. O ataque, que ainda não foi reivindicado, vem aumentar ainda mais a tensão no país, semanas após as eleições contestadas pelas milícias pró-iranianas.

Segundo as forças de segurança, terão sido três os drones armadilhados usados no ataque. Dois foram abatidos pela segurança do primeiro-ministro, mas um explodiu junto à residência oficial de al-Kadhimi, ferindo seis guardas e causando danos materiais.

O chefe do governo iraquiano encontrava-se na residência no momento do ataque mas escapou ileso. Numa declaração ao país, garantiu pouco depois que se encontra bem de saúde e apelou à calma e contenção dos seus apoiantes “para bem do Iraque”. “Ataques cobardes com rockets e drones não ajudam a construir uma pátria nem um futuro”, afirmou.

Os Estados Unidos condenaram a tentativa de assassinato de al-Kadhimi, afirmando que se tratou de um “ato terrorista dirigido ao coração do Estado iraquiano” e ofereceram assistência na investigação.

O ataque ocorreu dois dias após confrontos em Bagdad entre as forças de segurança e apoiantes de milícias xiitas pró-iranianas que contestam os resultados das eleições do mês passado, que deram a vitória ao partido do clérigo Moqtada al-Sadr.
Mustafa distúrbios guerras e conflitos conflito armado política governo (sistema) executivo (governo)
Ver comentários