Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Professora faz sexo com adolescente para o ensinar "a não ser gay"

Mulher dizia que queria ajudar o jovem a "voltar para o armário" e pedia que a chamasse de "mamã".
15 de Fevereiro de 2021 às 12:31
Tedria Fluellen
Tedria Fluellen
Tedria Fluellen
Tedria Fluellen
Tedria Fluellen
Tedria Fluellen
Uma professora assistente foi presa por ter feito sexo com um adolescente, em quatro ocasiões distintas, para o ensinar a ser heterossexual. 

De acordo com a história contada no jornal britânico Mirror, a vítima tinha "saído do armário" recentemente e Tedria Fluellen, de 52 anos, aproveitou-se da situação para abusar do jovem. 

A professora assistente e o jovem conheceram-se na escola, mas além deste espaço comum, Tedria 
frequentava a mesma igreja que o menino e era conhecida da família.

De acordo com o relato do jovem às autoridades, Fluellen coagiu-o a ir a sua casa para a ajudar em várias tarefas e, posteriormente, disse-lhe que "não precisava de ser gay".

A avó da criança deixaria o menino ir a casa de Fluellen antes da escola, pois esta tinha-se oferecido para ajudar, sem especificar como. "Ela disse que estava a tentar convencê-lo a não gostar de meninos", revelou a tia da criança.

O jovem disse à polícia que teve relações sexuais com a mulher quatro vezes: uma na casa dele, outra na casa da professora, outra num parque de estacionamento e ainda num armazém. A mulher terá ainda pedido à vítima que a chamasse "mamã" e chamou-o de "amante secreto". 

Tedria foi presa após a avó da vítima ter apanhado as mensagens comprometedoras entre a professora e o aluno.
Tedria Fluellen questões sociais grupos populacionais crime lei e justiça jovens crime
Ver comentários