Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
3

Pugilista acredita que a Terra é plana e acusa NASA de ser "agência espacial falsa"

Carl Froch também duvida da ida à Lua em 1969.
Correio da Manhã 24 de Setembro de 2019 às 08:02
Carl Froch
Carl Froch
Carl Froch
Carl Froch
Carl Froch
Carl Froch
Carl Froch
Carl Froch
Carl Froch
Carl Froch
Carl Froch
Carl Froch

Aprendemos desde tenra idade que a Terra é redonda, no entanto, há quem defenda que o planeta não é esférico mas sim plano. O pugilista Carl Froch, de 42 anos, é um desses defensores do planeta Terra como um planeta plano e chega mesmo a acusar a NASA de ser uma "agência espacial falsa".

O ex-campeão mundial de boxe diz que não acredita que a Terra é um globo até que "alguém como Richard Branson" - um empresário britânico que possui uma companhia aérea - lance voos para o espaço. Froch afirma que só acredita se o comprovar com os seus próprios olhos. 

As provas apresentadas pela agência NASA são para este pugilista um embuste como "desenhos animados".

"Não há provas da curvatura da Terra e esta agência espacial falsa da NASA usa imagens geradas por computador e cada uma é diferente. Estou a olhar para elas e a pensar: 'Espera, isto são como desenhos animados'", argumenta o pugilista. 

Froch vai mais longe afirmando que a ida à Lua, há 50 anos, também não passa de uma mentira. 

Os defensores de que a Terra é plana acreditam numa teoria da conspiração de de que a NASA falsificou imagens para vender uma mentira ao mundo.

Carl Froch Terra NASA ciência e tecnologia programa espacial
Ver comentários