Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
7

"Quantos mais têm de morrer?", disse política antes ser assassinada

Morreu Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro que fazia campanha contra a violência.
15 de Março de 2018 às 11:45
Marielle Franco
Carro onde seguia Marielle Franco, vereadora assassinada no Rio de Janeiro
Marielle Franco
Carro onde seguia Marielle Franco, vereadora assassinada no Rio de Janeiro
Marielle Franco
Carro onde seguia Marielle Franco, vereadora assassinada no Rio de Janeiro
Marielle Franco, vereadora do município do Rio de Janeiro, foi assassinada na noite desta quarta-feira, na cidade brasileira.

O site da Globo avança que, segundo as primeiras informações da polícia, os agressores conduziram um carro que colocaram ao lado do veículo onde estava a vereadora e dispararam. Marielle foi atingida com pelo menos quatro tiros na cabeça.

Foram encontradas nove cápsulas de tiros no local. Os criminosos fugiram sem levar nada. Além da vereadora, o motorista do veículo, Anderson Pedro Gomes, também foi baleado e morreu. Uma assessora escapou ao tiroteio com ferimentos ligeiros.

A política, eleita pelo partido PSOL, tiha acabado de participar num evento chamado "Jovens Negras Movendo as Estruturas", na cidade, uma das muitas campanhas em que estava envolvida na luta contra a violência, o racismo e a discriminação.

Horas antes do crime, Marielle tinha publicado um post no Twitter sobre mais um caso de violência policial em que perguntava: "Quantos mais vão precisar morrer para que essa guerra acabe?"

A morte de Marielle está a causar uma onda de consternação no Brasil, com políticos, artistas e figuras da sociedade a lamentarem o seu desaparecimento:









Marielle Franco Rio de Janeiro Marielle morta assassinada política brasil assassinada
Ver comentários