Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Quénia suspende importação privada de vacinas Covid-19 para evitar contrafação

Instalações de saúde privadas têm cobrado cerca de 80 dólares pela vacina russa Sputnik.
Lusa 3 de Abril de 2021 às 13:38
Homem a ser vacinado
Homem a ser vacinado FOTO: Getty Images
O Quénia ordenou a suspensão imediata das importações privadas de vacinas contra a covid-19, invocando o receio de que isso possa levar à entrada no país de vacinas contrafeitas.

"Para assegurar a transparência e a responsabilidade no processo de vacinação, e para proteger a integridade do país, o Governo está hoje a fechar a janela da importação, distribuição e administração de vacinas pelo setor privado, até que haja uma maior transparência e responsabilidade em todo o processo", declarou o Comité Nacional de Resposta de Emergência sobre o coronavírus na sexta-feira à noite.

As instalações de saúde privadas têm cobrado cerca de 80 dólares pela vacina russa Sputnik, enquanto as instituições governamentais estão a dar gratuitamente as vacinas AstraZeneca-Oxford, recebidas da iniciativa global COVAX, criada para assegurar que os países de baixo e médio rendimento têm um acesso justo às vacinas.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Quénia Covid-19 política saúde
Ver comentários