Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Recém-nascida morre abandonada em carro ao sol enquanto mãe consumia droga e masturbava-se

Menina de uma mês foi deixada em temperaturas escaldantes durante várias horas.
Correio da Manhã 8 de Outubro de 2020 às 19:00
McKinley, de um mês, foi abandonada pela mãe no carro, ao calor
McKinley, de um mês, foi abandonada pela mãe no carro, ao calor
McKinley, de um mês, foi abandonada pela mãe no carro, ao calor
McKinley, de um mês, foi abandonada pela mãe no carro, ao calor
McKinley, de um mês, foi abandonada pela mãe no carro, ao calor
McKinley, de um mês, foi abandonada pela mãe no carro, ao calor

Uma mulher norte-americana foi detida e está acusada do homicídio da filha, uma bebé recém-nascida de apenas um mês, após ter abandonado a criança no carro ao sol para se ir masturbar e consumir drogas.

Megan Dauphin, de 30 anos, natural de Panama City, na Florida, foi surpreendida por uma testemunha no quarto de casa, após consumir metanfetaminas, a masturbar-se. A testemunha terá perguntado à mulher onde estava a filha, a pequena McKinley Garner, e Megan disse "Oh meu Deus! Esqueci-me", antes de sair a correr de casa. A bebé foi encontrada já morta, dentro do carro, após ter estado fechada no veículo, sob um calor abrasador, durante várias horas.

As autoridades foram chamadas ao local e encontraram provas de consumo de drogas no interior da habitação da família. Após exames, Megan acusou positivo para o consumo de metanfetaminas.

"A Megan que eu conheço nunca faria uma coisa assim. Imagino aquela menina, tão pequenina, embrulhada num cobertor, ter a vida roubada por causa da mãe, é perturbador", conta uma amiga da norte-americana ao jornal Metro. Megan está acusada de negligência infantil e homicídio.

Ver comentários