Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Seis mortos em ataques contra eleições legislativas afegãs

As autoridades afegãs anunciaram que pelo menos seis pessoas morreram e várias ficaram feridas este sábado devido ao lançamento de mísseis contra assembleias de voto no país, onde decorrem as eleições legislativas que os talibãs prometeram boicotar.
18 de Setembro de 2010 às 11:40
Talibãs ameaçaram boicotar eleições legislativas no Afeganistão
Talibãs ameaçaram boicotar eleições legislativas no Afeganistão FOTO: EPA

Destas seis pessoas, três morreram na província de Kunar, duas na de Nangarhar e uma outra na província de Takhar.

Entretanto, o chefe da Comissão eleitoral independente, anunciou que cerca de 92 por cento das assembleias de voto abriram este sábado para as eleições legislativas no Afeganistão, uma percentagem superior à que tinha sido prevista anteriormente.

"Segundo as últimas informações, das 5816 assembleias de voto que queríamos abrir, 92 por cento abriram. Ainda não temos informações sobre os restantes oito por cento, se abriram ou não", declarou o chefe da Comissão eleitoral independente, Fazil Ahmad Manawi.

A comissão eleitoral independente estimou sexta-feira que um milhar de assembleias de voto não abririam portas por não haver suficiente segurança,  ou seja 15 por cento do total.

Responsáveis da polícia referiram que combates entre talibãs e forças da segurança forçaram as autoridades a fechar cinco assembleias de voto. 

Ver comentários