Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
1

Procuradoria de Milão acusa Sílvio Berlusconi de ter "escravas sexuais"

Primeiro-ministro italiano animava "as suas noites recebendo na sua casa grupos de odaliscas, escravas sexuais a soldo", diz procuradora-adjunta.
Lusa 18 de Maio de 2022 às 15:45
Em 2011, a imprensa internacional divulgou fotos das festas ‘bunga bunga’ promovidos pelo ex-primeiro ministro italiano nas suas casas
Sílvio Berlusconi
Em 2011, a imprensa internacional divulgou fotos das festas ‘bunga bunga’ promovidos pelo ex-primeiro ministro italiano nas suas casas
Em 2011, a imprensa internacional divulgou fotos das festas ‘bunga bunga’ promovidos pelo ex-primeiro ministro italiano nas suas casas
Sílvio Berlusconi
Em 2011, a imprensa internacional divulgou fotos das festas ‘bunga bunga’ promovidos pelo ex-primeiro ministro italiano nas suas casas
Em 2011, a imprensa internacional divulgou fotos das festas ‘bunga bunga’ promovidos pelo ex-primeiro ministro italiano nas suas casas
Sílvio Berlusconi
Em 2011, a imprensa internacional divulgou fotos das festas ‘bunga bunga’ promovidos pelo ex-primeiro ministro italiano nas suas casas
O antigo primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi, de 85 anos, tinha "escravas sexuais" nas festas que organizava nas suas residências com mulheres jovens, assegurou esta quarta-feira a procuradoria de Milão.

Durante o julgamento do político pela acusação de subornos a testemunhas no chamado caso "Ruby Ter", a procuradora-adjunta Tiziana Siciliano afirmou que "o então primeiro-ministro costumava animar sistematicamente as suas noites recebendo na sua casa grupos de odaliscas, escravas sexuais a soldo".

Na acusação, considerou que "estes factos já ficaram para a história", independentemente das avaliações que os tribunais façam agora.

itália crimes sexuais sílvio berlusconi
Ver comentários
}