Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Supremo recusa manter o pequeno Archie ligado ao suporte de vida. Máquinas vão ser desligadas esta quarta-feira

Menino de 12 anos que está em morte cerebral desde abril.
Correio da Manhã 2 de Agosto de 2022 às 19:11
Archie Battersbee
Archie Battersbee
Archie Battersbee
Archie Battersbee
Archie Battersbee
Archie Battersbee
A batalha em tribunal que envolve Archie Battersbee, uma criança de 12 anos que está em morte cerebral desde abril, terminou esta terça-feira após o Supremo Tribunal decidir desligar as máquinas de suporte de vida. Segundo o The Mirror, as máquinas deveriam ter sido desligadas às 14h00 da passada segunda-feira.

A família de Archie apresentou um apelo urgente ao meio-dia desta terça-feira, momentos antes da decisão final. A mãe da criança revelou que se sente "decepcionada" e "traída" com o sucedido. 

Anteriormente, os médicos já tinham dito que iriam começar a "retirar o tratamento" a partir das 12h00 desta terça-feira. Contudo, esperaram pelo veredicto final para receber orientações. Os advogados dos pais de Archie consideram que a decisão do tribunal britânico uma "violação flagrante do direito internacional". 

De acordo com o jornal britânico, os familiares querem que a criança seja transferida para um outro hospital para "falecer num ambiente pacífico". Segundo a Sky News, a mãe da criança revelou que as máquinas irão ser desligadas na próxima quarta-feira.

Archie foi encontrado inconsciente pela mãe. A criança estava presa a uma ligadura que lhe terá tirado a respiração. Suspeita-se que tenha sido resultado de um desafio suicida que circulava na Internet.

Archie Battersbee batalha Supremo Tribunal questões sociais morte criança
Ver comentários