Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
4

Transplante de rim negado a mulher não vacinada contra a Covid-19

Mulher recusou a vacinação por motivos religiosos.
Correio da Manhã 8 de Outubro de 2021 às 18:00
Transplante renal
Transplante renal FOTO: Getty Images

Uma mulher cristã do estado norte-americano do Colorado viu-lhe ser negado um transplante de rim depois de se ter recusado ser vacinada contra a Covid-19 por motivos religiosos. Leilani Lutali recebeu uma carta a alegar que seria removida da lista de espera de transplantes a menos que iniciasse o processo de vacinação no espaço de 30 dias.

Apesar de ter uma doença renal em estágio 5, que a coloca em risco de vida se não fizer o transplante, a mulher de 56 anos confessou que não queria ser vacinada devido à influência que as células-tronco têm no desenvolvimento das vacinas. As células-tronco são obtidas através de embriões humanos resultantes de abortos.

"Como cristã, não posso apoiar nada que tenha a ver com o aborto. A santidade da vida para mim é preciosa", disse Leinani, citada pelo jornal The Independent.

O Centro de Transplantes do Hospital da Universidade do Colorado exige que os recetores de transplantes sejam vacinados, uma vez que correm um risco significativo de contrair Covid-19, podendo vir a ser hospitalizados e até morrer por causa do vírus, disse o porta-voz do centro, Dan Weaver. Doadores não vacinados também podem passar o vírus para o receptor. "Alguns estudos descobriram que pacientes transplantados que contraem Covid-19 podem ter uma taxa de mortalidade de 20% ou mais", acrescentou.

A Associação Americana de Hospitais (AHA, em inglês), que representa cerca de 5 mil hospitais, sistemas e redes de saúde nos Estados Unidos, disse não ter dados suficientes para partilhar informações sobre o assunto. Confirmou, no entanto, que muitos programas de transplantes insistem que os pacientes sejam vacinados contra a Covid-19 devido ao enfraquecimento do seu sistema imunitário.

Embora qualquer tipo de cirurgia possa influenciar o sistema imunitário de um paciente e deixá-lo vulnerável ao vírus, os recetores de órgãos transplantados ficam ainda mais suscetíveis a uma potencial infeção por consequência da elevada dose de comprimidos que têm de tomar para suprimir o sistema imune e impedir que o corpo rejeite o novo órgão, disse Nancy Foster, vice-presidente da AHA para qualidade e política de segurança do paciente, num comunicado

"Além disso, se os pacientes esperasse, até depois da cirurgia para receber a vacina, seria improvável o seu sistema imunitário conseguir construir a reação de anticorpos necessária, uma vez que são submetidos à toma de medicamentos anti-rejeição", disse Foster.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Covid-19 Colorado doenças vacinação religião
Ver comentários