Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
6

Rússia culpada pela morte de opositor de Putin pelo Tribunal Europeu

País sempre negou qualquer tipo de responsabilidade na morte de Alexander Litvinenko.
Correio da Manhã 21 de Setembro de 2021 às 10:06
A campa de Alexander Litvinenko
A campa de Alexander Litvinenko FOTO: Reuters

O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos disse, esta terça-feira, que a Rússia foi responsável pelo assassinato de Alexander Litvinenko, em 2006. 

Aos 43 anos, Alexander foi envenenado com polónio radioativo depois de bebér um chá verde no Millennium Hotel, em Londres. 

Um forte crítico do presidente russo Vladimir Putin, o homem fugiu da Rússia para viver em Inglaterra em 2000, seis anos antes de falecer. 

Em 2016, um inquérito já tinha concluído que existia uma grande probabilidade de que Putin tivesse autorizado a inteligência russa a matar Alexander.
Ainda assim, o país sempre negou qualquer tipo de responsabilidade na morte do homem. 

Ver comentários