Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
2

“Trump não pode continuar no cargo mais um dia”: Democratas pedem destituição

Democratas e alguns republicanos exigem afastamento imediato do presidente.
Ricardo Ramos 8 de Janeiro de 2021 às 01:30
Explosão causada por uma munição da polícia, que tentava controlar os apoiantes de Donald Trump, que invadiram o Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Capitólio durante a noite após a invasão de apoiantes de Trump
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Polícia apanhado a tirar fotografia com manifestante pró-Trump durante invasão ao Capitólio nos EUA
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Explosão causada por uma munição da polícia, que tentava controlar os apoiantes de Donald Trump, que invadiram o Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Capitólio durante a noite após a invasão de apoiantes de Trump
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Polícia apanhado a tirar fotografia com manifestante pró-Trump durante invasão ao Capitólio nos EUA
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Explosão causada por uma munição da polícia, que tentava controlar os apoiantes de Donald Trump, que invadiram o Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Capitólio durante a noite após a invasão de apoiantes de Trump
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Polícia apanhado a tirar fotografia com manifestante pró-Trump durante invasão ao Capitólio nos EUA
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Apoiantes de Trump invadem Capitólio
Dezenas de congressistas e senadores democratas e alguns republicanos exigiram ontem o afastamento imediato do presidente Donald Trump na sequência do ataque dos seus apoiantes ao Capitólio, considerado um assalto sem precedentes à democracia americana.

"O que aconteceu no Capitólio foi uma insurreição contra os Estados Unidos. Este presidente não pode continuar no cargo nem mais um dia", afirmou o líder democrata no Senado, Chuck Schumer, acrescentando que se o vice-presidente Mike Pence e os membros do governo "não fizerem nada", o Congresso deve avançar de imediato para destituir o presidente. Vários congressistas democratas começaram já a circular possíveis artigos de ‘impeachment’ contra o presidente, mas há dúvidas de que o processo possa ser terminado em tempo útil, uma vez que o mandato de Trump termina dentro de 12 dias.

Por esta razão, está a aumentar a pressão sobre Pence e outros membros da Administração para invocarem o artigo 25 da Constituição que permite afastar um presidente "incapacitado" e substituí-lo pelo vice. É um processo mais rápido que o ‘impeachment’, mas não é certo que consiga ganhar apoio suficiente entre o núcleo duro de Trump, apesar de nas últimas horas se terem multiplicado os apelos nesse sentido de várias figuras do Partido Republicano como o congressista Adam Kizinger, que arrasou Trump no Twitter. "Todas as indicações que temos é que o presidente está desconectado, não só do seu dever e do juramento que fez de proteger a Constituição, mas da própria realidade", afirmou. Mike Pence, que rejeitou as pressões de Trump para travar a certificação da vitória de Biden e foi um dos alvos dos manifestantes que invadiram o Capitólio, está "muito abalado" com os ataques do presidente mas ainda não deu qualquer indicação sobre o que tenciona fazer. Caso Trump seja afastado, não poderá voltar a candidatar-se a eleições nos EUA.

Entretanto, desde quarta-feira que se sucedem as demissões na Casa Branca, com quase uma dezena de funcionários e conselheiros a anunciarem a sua saída, revoltados pela forma como Trump incitou o que alguns comparam a uma "tentativa de golpe de Estado".

Vítima de invasão era antiga militar
Foi identificada a primeira das quatro vítimas mortais da invasão do Capitólio. Trata-se de Ashli Babbitt, de 35 anos. Esteve 14 anos na Força Aérea e, na véspera da invasão, escreveu no Twitter: "Nada nos poderá deter. A tempestade vai descer sobre Washington".
Ver comentários