Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
8

UE abre processo contra AstraZeneca e exige 120 milhões de doses até junho

Segundo processo pode levar a sanções financeiras para a farmacêutica.
Correio da Manhã 11 de Maio de 2021 às 13:13
AstraZeneca
AstraZeneca FOTO: Getty Images
A União Europeia abriu um novo processo contra a farmacêutica AstraZeneca esta terça-feira onde exige um total de 120 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 até junho sob risco de desencadear sanções financeiras para a empresa. 

A UE alega que a empresa violou um contrato de entrega de vacinas. Este é o segundo processo que a UE move contra a farmacêutica, sendo que, no primeiro, a AstraZeneca defendeu que cumpriu o contrato.

A defesa da UE, Rafael Jafferali, disse em tribunal na audiência desta terça-feira, que a AstraZeneca tem de entregar um total de 120 milhões de doses de vacinas até ao final de junho como compensação pelos atrasos causados. 

A farmacêutica anglo-sueca tinha-se comprometido originalmente a entregar 300 milhões de doses de vacinas de dezembro ao final de junho, mas atrasou os embarques, tendo entregue apenas 50 milhões, que, segundo o contrato, venciam em janeiro.

O objetivo da AstraZeneca é enviar 100 milhões de doses até o meio do ano, o que o advogado da empresa, Hakim Boularbah, confirmou na audiência de terça-feira.

Boularbah disse que a AstraZeneca não era obrigada a entregar todo o volume de doses estipulado no contrato porque apenas se comprometeu a fazer "os melhores esforços razoáveis" para alcançá-lo.

UE União Europeia AstraZeneca Covid-19 trabalho
Ver comentários