Barra Cofina

Correio da Manhã

Mundo
5

Um dos maiores predadores sexuais do Mundo pode ficar em liberdade dentro de dias

DJ Richard Baker foi condenado a prisão perpétua por quatro vezes devido a 13 ataques durante o ano de 1999.
Correio da Manhã 31 de Janeiro de 2021 às 08:04
Richard Baker, um dos maiores predadores sexuais do Mundo pode ficar em liberdade dentro de dias
Richard Baker, um dos maiores predadores sexuais do Mundo pode ficar em liberdade dentro de dias FOTO: Getty Images
O DJ Richard Baker, um dos maiores predadores sexuais do Mundo, condenado a quatro penas de prisão perpétua no Reino Unido, pode vir a ser libertado nos próximos dias.

O autor de pelo menos 13 ataques no ano de 1999, mas que poderá ter violado mais de 100 mulheres segundo as autoridades britânicas, conseguiu uma audiência para uma possível liberdade condicional e ficará a saber na próxima semana se esta é ou não bem sucedida.

Baker, agora com 56 anos, foi apanhado em 2016 a descarregar imagens de pornografia infantil para um tablet roubado durante uma visita a uma unidade psiquiátrica enquanto cumpria pena de prisão perpétua. O predador foi condenado a mais seis anos de prisão para além das penas que já lhe tinham sido aplicadas.

Adolescentes ou mulheres com cerca de 20 anos eram o alvo de Baker, um DJ que passava grande parte dos seus verões a trabalhar em Espanha. O predador perseguia as vítimas, violava-as e ameaçava-as de morte. Chegou a usar sedativos para conseguir violar várias jovens. Em 1987 foi detido e condenado pela primeira vez a seis anos de prisão por violar uma jovem de 19 anos. Em 1995 apanhou mais 12 meses de cadeia por ter mantido relações com uma menina de apenas 15 anos. Só em 1999 foi condenado por 13 acusações, entre elas de violação e agressões.

Durante os mais de 20 anos que já passou na cadeia, Baker já tentou fugir da prisão de alta segurança de Wakefield com recurso a um helicóptero, mas foi apanhado com os planos de fuga na sua cela. Foi transferido para um hospital de alta segurança e posteriormente enviado para uma unidade de saúde mental, onde foi apanhado com um tablet onde tinha imagens de pornografia infantil.

A próxima semana é decisiva para o antigo DJ que poderá vir a ser libertado apesar das sucessivas condenações que tem sido alvo ao longo dos últimos 20 anos.
Ver comentários